19/08/2012

Zodiáko - Jayme Cortez

Do nascimento da Terra até o presente momento, milhões de anos se passaram, sendo que a ganância e estupidez humana levaram a civilização ao beco sem saída da hecatombe nuclear. Tamanha desgraça faz com que Deus - aqui abordado metaforicamente como "A Grande Luz" -, na tentativa de descobrir porque a humanidade trilhou caminhos tão perversos, convoque todos os signos do zodíaco, exigindo deles uma satisfação convincente e uma solução imediata para o problema. Após digladiarem-se entre si, Libra, Scorpio, Hydra, Sagitário, Capricórnio, Aquarius, Peixes, Virgo, Leo, Câncer, Gêmeos, Touro, Cetus e Áries chegam a um acordo, reunindo todos os seus esforços astrais na invocação conjunta dos quatro elementos universais - Água, Ar, Terra e Fogo -, de onde formarão o emissário que salvará o planeta suicida. Eis que do vácuo surge uma estátua de beleza clássica, cuja aparência e postura nos remetem diretamente ao Davi de Michelangelo. Com a ajuda divina, os signos doam à obra de arte suas mais belas virtudes, e o sopro da "Grande Luz" transforma a criatura imóvel num ser vivo dotado de perfeição moral e infinita força física. Auto-entitulado Zodíako, o herói compreende toda a situação e aceita de bom grado sua missão de paz. Dando início às suas obrigações, nosso protagonista resolve fazer uma expedição ao Sol, visando encontrar Apolo e obter dele alguns conselhos úteis. No entanto, ao chegar lá, descobre que a causa de todos os infortúnios terrestres era o próprio Apolo, que se mostra um tirano dos mais fúteis, sádicos e cruéis.

2 comentários:

  1. Cara, que felicidade conseguir encontrar as histórias do Zodiako para baixar!

    Ele é um dos personagens mais fascinantes dos nossos gibis.

    Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Ah sim.

    Procurei no blog o botão de seguir, mas não tem. Posso sugerir você criar isso? Assim as pessoas que vierem acessar poderão voltar aqui mais facilmente, sem perder o link.

    ResponderExcluir